Buscar Livros:

Fique Ligado


Vamos recomeçar

Caros irmãos e amigos,
Saúde e paz.

Com elevada alegria informamos nosso recomeço, agora na Tijuca.
Vamos estar no 2º Piso do Shopping 344 na Pça Saens Peña, edifício dedicado a clínica médica especializada, tendo um grande centro de medicina nuclear como âncora. Servir com o livro é o nosso maior desejo, levando orientação e consolo aos corações dos irmãos em sofrimento e desejosos de conhecer um pouco mais do Jugo leve de Jesus, através de Fé Raciocinada - proposta basilar da Doutrina Espírita.
Esperamos pelos irmãos e amigos para conhecerem o novo local. Nossos telefones continuam os mesmos.
Abraço fraterno.
Sylvio Damiani & família.



RESPONSABILIDADE

É indispensável manter o Espiritismo qual foi entregue pelos Mensageiros Divinos a Allan Kardec, sem compromissos políticos, sem profissionalismo religioso, sem personalismos deprimentes, sem pruridos de conquista a poderes terrestres transitórios.
Bezerra de Menezes em 1963, pelas abençoadas mãos do Chico.



AMIZADE REAL

Um grande senhor que soubera amontoar sabedoria, além de riqueza, auxiliava diversos amigos pobres, na manutenção do bom ânimo, na luta pela vida.
Sentindo-se mais velho, chamou o filho à cooperação. O rapaz deveria aprender com ele a distribuir gentilezas e bens.
Para começar, enviou-o à residência de um companheiro de muitos anos, ao qual destinava trezentos cruzeiros mensais.
O jovem seguiu-lhe as instruções.
Viajou seis quilômetros e encontrou a casa indicada. Contrariando-lhe a expectativa, porém, não encontrou um pardieiro em ruínas. O domicílio, apesar de modesto, mostrava encanto e conforto. Flores perfumavam o ambiente e alvo linho vestia os móveis com beleza e decência.
O beneficiário de seu pai cumprimentou-o, com alegria efusiva, e, depois de inteligente palestra, mandou trazer o café num serviço agradável e distinto. Apresentou-lhe familiares e amigos que se envolviam, felizes, num halo enorme de saúde e contentamento.
Reparando a tranqüilidade e a fartura, ali reinantes, o portador regressou ao lar, sem entregar a dádiva.
- Para quê? – confabulava consigo mesmo – aquele homem não era pedinte. Não parecia guardar problemas que merecesse compaixão e caridade. Certo, o genitor se enganara.
De volta, explicou ao velho pai, particularizadamente, quanto vira, restituindo-lhe a importância de que fora emissário.
O ancião, contudo, após ouvi-lo calmamente, retirou mais dinheiro da bolsa, dobrou a quantia e considerou:
- Fizeste bem, tornando até aqui. Ignorava que o nosso amigo estivesse sob mais amplos compromissos. Volta à residência dele e, ao invés de trezentos, entrega-lhe seiscentos cruzeiros, mensalmente em meu nome, de ora em diante. A sua nova situação reclama recursos duplicados.
- Mas meu pai – acentuou o moço -, não se trata de pessoa em posição miserável. Ao que suponho, o lar dele possui tanto conforto, quanto o nosso.
- Folgo bastante com a notícia – exclamou o velho.
E, imprimindo terna censura à voz conselheiral, acrescentou:
- Meu filho, se não é lícito dar remédio aos sãos e esmolas aos que não precisam delas, semelhante regra não se aplica aos companheiros que Deus nos confiou. Quem socorre o amigo, apenas nos dias de extremo infortúnio, pode exercer a piedade que humilha ao invés do amor que santifica. Quem espera o dia do sofrimento para prestar o favor, muita vez não encontrará senão silêncio e morte, perdendo a melhor oportunidade de ser útil. Não devemos exigir que o irmão de jornada se converta em mendigo, a fim de parecermos superiores a ele, em todas as circunstâncias. Tal atitude de nossa parte representaria crueldade e dureza. Estendamos-lhe nossas mãos e façamo-lo subir até nós, para que nosso concurso não seja orgulho vão. Toda gente no mundo pode consolar a miséria e partilhar as aflições, mas raros aprendem a acentuar a alegria dos entes amados, multiplicando-a para eles, sem egoísmo e sem inveja no coração. O amigo verdadeiro, porém, sabe fazer isto. Volta, pois, e atende ao meu conselho para que nossa afeição constitua sementeira de amor par a eternidade. Nunca desejei improvisar necessitados, em torno de nossa porta e, sim, criar companheiros para sempre.
Foi então que o rapaz, envolvido na sabedoria paterna, cumpriu quanto lhe fora determinado, compreendendo a sublime lição de amizade real.

Francisco Cândido Xavier, . Da obra: Alvorada Cristã. Ditado pelo Espírito Neio Lúcio..



POSSÍVEL E IMPOSSÍVEL...

ACALMA-TE E SERVE.
NÃO FIZESTE O SOL QUE TE ILUMINA.
NÃO FABRICASTE O AR QUE RESPIRAS.
NÃO CRIASTE O SOLO EM QUE TE APOIAS.
NÃO TECESTES A VESTIMENTA DAS FLORES QUE TE RODEIAM.
NÃO PARE DE TRABALHAR.
A VIDA PEDE O BEM QUE SE TE FAÇA POSSÍVEL.
O IMPOSSÍVEL VIRÁ DE DEUS...

Emmanuel no livro Antologia da Criança editado pelo Ideal.



CACHO DE BANANAS

Fato ocorrido na cidade mineira de Pedro Leopoldo, pubicado por Ramiro Gama.




Chico foi instado para entrar em certa residência nos arredores de Pedro Leopoldo. Os donos da casa, vivendo vida descuidada, sem oração e vigilância, desejavam conversar com o médium.
Chico atendeu-os. Ao entrar, viu sobre a mesa, um lindo cacho de bananas-maçã, justamente as de que mais gostava. Desejou, pelo pensamento, que lhe oferecessem uma, pelo menos. Mas a conversa veio sobre um assunto sério e o desejo foi esquecido.

Quando conseguiu atender às consultas dos irmãos visitados, olhou para a porta da rua e viu dois espíritos galhofeiros. Um deles dizia:

- Vamos entrar em comer estas bananas - O outro atendeu e ambos entraram. Comeram as bananas e sairam.

Surpreso pelo acontecido, Chico pediu a Emmanuel, seu orientador e educador espiritual, uma explicação. E seu querido Guia explicou-lhe:

- ISSO ACONTECE COM AS CASAS CUJOS MORADORES NÃO ORAM NEM VIGIAM. AGORA, ESSAS BANANAS, DESVITAMINADAS, APENAS FARÃO MAL AOS QUE AS COMEREM, EM VIRTUDE DE SE ACHAREM IMPREGNADAS DE FLUIDOS PESADOS. TEM RAZÃO OS NOSSOS IRMÃOS PROTESTANTES, QUE ORAM ÀS REFEIÇÕES, PORQUE SABEM, POR INTUIÇÃO, QUE NO ATO SIMPLES DA ALIMENTAÇÃO, NO LAR, RESIDE A NOSSA DEFESA. A NOSSA ORAÇÃO, AÍ, ALÉM DO MAIS, É UM ATO DE AGRADECIMENTO AO PAI POR TUDO QUE NOS CONCEDE: ATRAIREMOS, COM ELA, SUA BENÇÃO, PARA O QUE COMEMOS E PARA NOSSO DOMICÍLIO.

E vieram-nos à lembrança as belas páginas que André Luiz escreveu num de seus instrutivos livros com relação à oração e aos bons assuntos de conversa e leitura, nos atos de dormir e das refeirções como medidas felizes para comermos bem, dormirmos bem, e acordarmos bem.


Do livro Lindos casos de Chico Xavier, editora Lake, 21ª edição.



EVANGELHO NO LAR...

O Culto do Evangelho em casa - pelo menos uma vez por semana - ser-vos-á uma fonte de alegrias e bençãos.

Renovemos o contato com os ensinamentos de Jesus, tanto quanto nos seja possível, e não somente o lar que nos acolhe se transformará em celeiro de compreensão e solidariedade, mas também a própria vida se nos fará luminoso caminho de ascensão à felicidade real.

Batuira
(Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier do livro “Mais Luz” Edição GEEM)
Roteiro:

Escolher pelo menos um dia da semana e horário para reunião com família.
A pontualidade e a assiduidade são importantes.
Providenciar uma jarra de água para fluidificacão.
Prece de abertura da reunião. Iniciar a reunião com uma prece de abertura.
Ler um trecho de 'O Evangelho Segundo o Espiritismo' e uma mensagem de um livro de Chico Xavier.
Podem ser feitos comentários sobre os temas lidos.
Prece de encerramento, rogando a Jesus a protecão do lar, dos parentes, amigos, dos que sofrem, etc. Terminar a reunião com uma prece de encerramento, rogando a Jesus a proteção do lar e de parentes, amigos, pessoas que sofrem, etc.
Servir a água fluidificada aos presentes.
É desaconselhável qualquer manifestação mediúnica durante a reunião.
Duração: aproximadamente 25 minutos.




O vício de fumar e seus desdobramentos na Vida Espiritual...

Fumar e manter outros vícios durante nossa jornada na Terra certamente nos dará ainda mais trabalho quando na Vida Espiritual...Vamos aproveitar nosso tempo aqui e nos dar padecimentos menores quando retornarmos? ou não?
Em entrevista, Chico Xavier nos disse que o vício de fumar, bem como outros do gênero, inclusive os ligados a sexualidade desequilibrada, nos trazem muitos probelmas quando de retorno à Vida Espiritual.
Nos deu o exemplo de quem fumou muito e não conseguiu largar o vício, volta à Vida Espiritual com o perispírito todo impregnado e em profundo desajuste, merecendo tratamento rigoroso para o seu restabelecimento. O problema é tão sério e difícil, que os Benfeitores Espirituais, muitas vezes, concedem a quantidade de 5 cigarros diários durante o primeiro ano de tratamento. No segundo ano ministram as doses para 2 cigarros ao dia, até que se reuna condições de abandonar o terrível vício.
O corpo espiritual (perispírito) constuma levar o mesmo tempo relativo ao período que o irmão ou irmã se manteve no fumo, tornando assim condições magnéticas melhores.
Os cigarros são produzidos no Mundo Espiritual com os mesmos elementos químicos dos que são produzidos na Terra...
Como dormir com um barulho desses?
Chico sempre nos avisando e ajudando...



www.livrosespiritas.net por LIVRARIA ESPÍRITA IPANEMA LTDA., localizada à ESTAÇÃO CARIOCA DE METRÔ (dentro da Estação s/nº) CENTRO - RIO DE JANEIRO - tel.: 55 21 2247-7837 / 2220-4120 / 9978-1417 - LIVROS ESPÍRITAS
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Formas de Pagamento Formas de Pagemento

Formas de Pagemento  Pagseguro

"Os preços e condições de pagamento são exclusivos do site e válidos para o dia de hoje ou enquanto durarem nossos estoques, não sendo obrigatoriamente os mesmos que os praticados na rede de lojas."